quinta-feira, 5 de agosto de 2010

SERVIDORES PÚBLICO EM GREVE

Este blog assim como as demais pessoas de nossa cidade tem acompanhado a paralisação dos serviços prestados pelos servidores públicos de Nova Olímpia, a população e especialmente os contribuintes que dependem dos serviços públicos tem se queixado da falta do atendimento, principalmente os que precisam de atendimento no “hospital Municipal” e PSF onde o atendimento está sendo feito apenas aos de emergência. Esta Greve dos servidores públicos já dura dias e vem comprometendo o já fragilizado serviço público. Para entendermos melhor do por que da greve, o blog terceiravianews entrevistou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Nova Olímpia Sr. Antonio Carlos Santana Pereira, conforme segue abaixo:

Terceiravianews: Por que os servidores públicos estão em greve?
SISPUNO: Os Servidores Públicos Municipais estão em GREVE pelo não atendimento aos itens da Pauta de Reivindicações que foi elaborada pela Categoria e encaminhada à Administração Pública Municipal (protocolada), desde o mês de janeiro de 2010. Então, os Servidores indignados pelo descaso feito pela Administração Pública decidiram entrar em GREVE por tempo indeterminado até que o Poder Público venha a dar a atenção às solicitações que a Categoria reivindica.

Terceiravianews: Quais as reivindicações dos servidores públicos?
SISPUNO: Os Servidores Públicos reivindicam 28 itens na Pauta. Os de mais importância para a Categoria são os seguintes: A) Negociação do Reajuste Salarial reivindicado pela Categoria em 14% (quatorze por cento), referente a data-base dos servidores; B) Reestruturação do Plano de Cargos, Carreira e Salários – o PCCS; C) Horas Extras a 100%, nos sábado, domingos, feriados e pontos facultativos, como também ajustar o divisor de horas para 180 (cento e oitenta); D) Definição do Regime de Plantão dos Servidores Públicos que trabalham na Unidade Mista de Saúde desse município; E) Reconquista do Anuênio (Adicional por Tempo de Serviço).

Terceiravianews: Quais os órgãos públicos paralisados com a greve?
SISPUNO: Os servidores de todas as Secretarias e seus Setores estão aos poucos aderindo à greve, menos os professores, mas temos os servidores do Apoio, como merendeiras, motoristas e agentes de serviços de limpeza, e outros que trabalham na Educação. Respeitando a Lei de Greve (Lei 7.783/89, de 28 de junho de 1989), que determina que 30% (trinta por cento) dos servidores públicos do município devem trabalhar. Temos a dizer que os 70% (setenta por cento) devem optar pelo sim ou pelo não em aderir a greve. Temos em torno de 180 (cento e oitenta) servidores que já estão na greve. Já significa um número bem avançado para dar ênfase ao movimento grevista. A cada dia cresce o movimento. A cada dia a conscientização em aderir à greve aumenta.

Terceiravianews: Em que pé estão as negociações com o Prefeito Municipal?
SISPUNO: Agora mesmo no dia 04 de agosto a Administração Pública entrou no consenso e admitiu nos fornecer documentos para serem analisados pela Comissão de Negociação do SISPUNO (Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Nova Olímpia), como os demonstrativos de Folhas de Pagamento e Balancetes mensais. Por esse intermédio vamos fazer as minuciosas análises a fim de observar a realidade das despesas com pessoal dentro do município e ver se temos possibilidades de encontrar razões para solucionar os problemas da categoria: que são, dentre as reivindicações, os reajustes pretendidos.

Terceiravianews: A greve está sendo bem aceita pelos contribuintes?
SISPUNO: Sim, na visão dos contribuintes a greve está surtindo excelentes efeitos. Vai surtir efeitos nessa gestão e em outras vindouras. Eles almejam de que os governantes de agora em diante não vão mais olvidar ou esquecer a política salarial e que vão aprender a conduzir esses princípios com inteligência, para não ferir os direitos dos cidadãos trabalhadores. Todos nós temos o direito de ter um trabalho digno, não submetido a regime de escravidão.

Terceiravianews: A greve é legal e em que Lei ela se ampara?
SISPUNO: Sim, é amparada pela Lei da Greve (Lei n. 7.783/89, de 28 de junho de 1989), já mencionada.

Terceiravianews: Tem prazo para terminar a greve?
SISPUNO: Não, vai depender das negociações serem favoráveis aos servidores públicos municipais, de agora em diante.

Terceiravianews: Deixe suas considerações finais e/ou orientações aos servidores públicos?
SISPUNO: Os servidores públicos municipais já mostraram sua cara, se aderindo à GREVE, de forma organizada, legal, pacífica, ordeira. Aos poucos estão conquistando seus direitos. Isso se vê pela indignação de chegarem a deflagrar a GREVE, em Assembléia Geral dos servidores para tentar, junto a Administração Pública Municipal, conquistar seus direitos como cidadãos (ãs), trabalhadores (as), pais e mães de famílias, que devem ser tratados com respeito e dignidade. Além disso, até condizendo com os direitos assegurados na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Cabe ressaltar também que não era interesse da categoria entrar em greve. Porém, diante da intransigência por parte da Administração Pública Municipal em negociar os anseios da categoria, restou tão somente deflagrar o movimento paredista.
Finalizando temos a dizer que nos colocamos à disposição para esclarecer quaisquer duvidas e informações a respeito da greve dos servidores desse município, como também a respeito do movimento sindical em todo o Brasil.

21 comentários:

Anônimo disse...

Sou contribuinte e compreendo esta Greve, mesmo as vezes encontrando dificuldade em ser bem atendida, o Dr Francisco devria deixar de roubar tanto e negociar logo com os servidores.
se foce na epoca da campanha ele ja tinha pago, mas é assim mesmo, agora só promete e não cumpre.
Prefeito ve se trabalha mais e fala menos.

Sônia, moradora do B. O. Verde.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Regiane disse...

AILTON PARABÉNS PELO SEU BLOG, ESTÁ MUITO BOM....BOA SORTE.


Regiane L. DE S. Tedeschi


regianerls@gmail.com

Anônimo disse...

Boa Tarde à todos.

Na minha opinião, há uma certa contradição por ambas as partes envolvidas.
A administração pública direta e indireta vem sofrendo alterações que realmente refletem na falta de cumprir o que a categoria busca.
É fato, que em Nova Olímpia essa questão política e essa "BRIGA" é bem mais pessoal do que qualquer outra coisa.
As pessoas estão se confudindo, e deixando e se levar por opiniões alheias.
Política deve ser de interesse de todos sim!
Essa idéia de comparar mandatos é ridícula! E no meu ver é por isso mesmo que Nova Olímpia está parada como está.
A cidade jamais pode parar minha gente! Entre Zé 'Bedel', ou o 'Peba' é de simples raciocio,não existem pessoas insubstituíves!
Ambos precisam de um povo sábio para Governar uma cidade!
As pessoas não devem somente se interessar mais por Política, devem sim ir a fundo, buscar.
Ok, reivindiquem seus ideais sim, porém saibam lutar com armar reais e verdadeiras e podem crer que somente assim o bom senso será mantido.

Anônimo disse...

Eu, como participante deste movimento GREVISTA, acredito sim, que o impacto desta ação tão corajosa tragam bom resultado e que assim podemos colher bons frutos.
E que este GRITO mude a forma de visão dos responsáveis pela administração, respeite nos FUNCIONÁRIOS, que somos nós que fazemos esta instituição publica funcionar. FUNCIONÁRIOS EFETIVOS.
INFELISMENTE NOS EFETIVOS NÃO SOMOS VALORIZADOS...

Anônimo disse...

Luis Antonio disse:

Concordo em partes com a greve dos servidores públicos de nova olímpia, no entanto acho um direito que eles tem de ganhar melhor, porém eles também precisam melhorar o atendimento para as pessoas que procuram os serviços públicos.
O anônimo do coméntário acima diz que as pessoas precisam deixar de lado as questoes pessoas da política, concordo, mas o caso desta greve nada tem haver com a INCOMPETÊNCIA do prefeito e sua trup, a cidade está sim parada e é por ingerencia, falta para nós um lider que roube menos e trabalhe mais.

Luis Antonio

Anônimo disse...

EU ESTOU PARTICIPANDO NESTA SEGUNDA VEZ(PORQUE HOUVE A PRIMEIRA QUE FOI PARALISADA POR ORDEM JUDICIAL PARA NEGOCIAÇÃO), VOTEI NO DR.FRANCISCO ACHANDO QUE ELE FARIA ALGUMA COISA POR NÓS QUE SOMOS PARCEIROS DOS PREFEITOS NA ADMINISTRAÇÃO, TEM GENTE QUE DIZ QUE FUNCIONÁRIO PÚBLICO NÃO TRABALHA, SE NÃO TRABALHA ENTÃO COMO O FUNCIONAMENTO DOS ÓRGÃO ESTÃO PREJUDICADOS?PODE SER QUE UMA MINORIA NÃO TRABALHE MUITO, MAS A GRANDE MAIORIA TRABALHA DEMAIS. E AGORA VEJO O PREFEITO EM QUEM EU E MINHA FAMÍLIA CONFIAMOS NOSSOS VOTOS, NOS RIDICULARIZAR DIZENDO QUE A GREVE É ILEGAL, QUE ESTAMOS DE BEBEDEIRA, TEM MÃE E PAI DE FAMÍLIA LÁ, LUTANDO PELOS SEUS DIREITOS.ELE TIROU O POUCO QUE JÁ TÍNHAMOS POR ISSO NOS REVOLTAMOS.E QUE DEUS NOS ABENÇÔE QUE DÊ TUDO CERTO.

Anônimo disse...

Acontece que entra prefeito e sai Prefeito e a Cidade continua a mesma, seja com Zé ou com Peba!
É sempre a mesma coisa. Parem com esse pensamento retardado.
A cidade só poderá mudar, quando a população começar agir, porém agir com sabedoria.
Essa greve é a afirmação de que o povo de Nova Olímpia pouco sabe e pouco busca saber. E sem base sólida dão as caras nas ruas.

João Antonio disse...

Concordo plenamente com o ultimo comentário. Nova Olímpia está a cada ano que passa caminhando para trás, O povo de N.Olímpia precisa acordar e escolher melhor seus representantes, é preciso que surja novas lideranças, e sem vínculos com estes dos grupos corruptos que são os Zé-bedeu e dos pébas, que por sinal este último faz jus ao pseudonimo, péba é tatu e tatú faz oque? Buracos é claro! e é exatemente pro buraco que Nova Olímpia caminha.
Quanto à greve, penso que é direito de qualquer categoria organizada que se sinta lezada e se for assim que os servidores publicos estã se sentindo, então devem lucar sim por melhorias.

abraços

João Antonio

Anônimo disse...

parabens a todoo os corajosos!!!!trabalho escravo ja era!!!!di

Anônimo disse...

Gostaria de ser bem imparcial com minhas colocações, vou aqui escrever algumas situações que percebo e outras que me comentam, quanto aos dois lados:
do lado dos grevistas , Ouvi um comentário que me preocupou, que da prefeitura somente 60 funcionários estão em greve e isso não representa maioria, por isto fiquei sabendo que o Prefeito e o Manelão vão cortar os salários dos funcionários, vejo que será um desespero geral, daí tem outros dois lados o do sindicato que diz que é legal e do prefeito que deixa rolar para fazer desgaste e depois disso cortar no salário.
Outra situação que vejo nos grevistas é a forma de movimento em meio a churrascos e bebidas, algazarras, gritarias, fui no hospital e fiquei sem ser atendida por uma enfermeira que diziaestarna greve,. Ora, se ela aderiu não poderia estar lá, agora se está no local de trabalho tem que atender bem. Desse modo vejo que quem é prejudicado é a população, o pouco que sei de algumas pessoas da greve muitos não são exemplo de bom atendim ento ao público, aquela Cinthia é arrogante, Seu Antonio vive bebado, Cibelli vive de atestado, tem guarda que nem aparece pra guardar nada, Elias na época do Zé Bedeu nunca reinvidicou salário, e outros. Assim , vejo que não há tanta seriedade em torno dessa greve por conta dos funcionários meia boca que lideram ela.
agora pela parte do prefeito e do manelão que é o mentor de todas as maldades desse governo, vejo um pouco caso, uma semvergonhice em tratar todos como ratos, resolvem o que querem e na hora que querem, vou citar algumas coisas, aquela enfermeira sobrinha do doutor que trata todo mundo mal por que não corta ela da folha, lá na educação muita gente finge que trabalha, na ação social a secretaria é arrogante e nem atende o povo, no obras não falo muito o velhinho até trabalha e outros secretarios que nem aparecer não aparecem, a primeira dama é uma raposa q manda em tudo, até a amante do manelão manda dentro do hospital municipal, pois é um desastre.
Agora quero dizer a todos que estão lendo esta mensagem, vamos acordar nem grevistas e nem prefeito ligam com a gente os dois lados fingem que trabalham, e nós população tamos no meio dao fogo cruzsdo de um monte de irresponsaveis que sequer ligam com eles mesmos....
Temos que mudar isso, que tal a população se mobilizar contra essa bagunça, fazendo esses funcionários trabalharem um pouco mais e esse prefeito resolver alguma coisa, por que nem na cidade ele fica mais, nem o povo não é recebido no gabinete , eu só tenho que lamentar que vivemos nesta cidade de pessoas tão despreparadas e irresponsáveis...

Vamos nos juntar população queremos respeito por nós, queremos atendimento, queremos funcionários empenhados, não queremos prefeito que até agora não fez nada...queremos respeito e dignidade....

Um abraço e pesames a todos que aqui moram....

Anônimo disse...

Acho que colhemos o que plantamos,se colocaram ele pra administrar,agora tem que aguentar,ele é pessimo administrador ainda mais com esse secretariado que se acham os chefões da vez,ele não é nada,so assina e concorda,pois quem manda mesmo.são:Manelão,Zezita....

Anônimo disse...

No que se diz respeito ao movimento grevista, ocorrem uma série de irregularidades, trabalham abaixo dos 30% do funcionalismo efetivoque seria legal, em muitos setores, sendo necessário chamar os contratados , que eles tando criticam, para cubrí-los e poder atender a população rasoavelmente. Muitos dos funcionários que trabalham na unidade mista se negam a atender a população justificando estar de greve e que só as emergências serão atendidas, mas procuram a unidade para se consultar e consultar filhos e familiares sem se enquadrar em emergência, irônico isso, né?eles atender as pessoas quando querem e quem eles querem.Nunca se ouviu falar que em concentração de greve é legal a ingesta de bebidas alcoolicas e liberado jogo a dinheiro, quem tem dúvidas é só se dirgir ao barração que presenciará. Ligam para os médicos especialistas como cardiologista , ortopedista e o da Ultra-sonografia para eles não atenderem, isso é se preocupar com a poulação?. O médico vereador tbm diz aderir a greve mas atende,sem ser emergência, seus amigos de partido e particulares e deixa a população carente esperando na recpção enquanto ele dá suas saidinhas para sua clínica ou repousa no repouso médico da unidade.- Vocês sabiam que quando ele faz isso impede a administração de chamar outro profissional médico para atender em seu lugar?. Agora na época das eleições ele vai de casa em casa dando tapinhas em suas costas , eleitores, pedinddo seu voto e falando quando precisar de atendimento é só procurá-lo.
Fazem greve pedindo aulento de salário , mas não falam que Nova Olímpia é o município que melhor paga na região. Vamos ver se meus comentários serão postados, porque não tenho certeza da publicação, pois aceito mesmo são aqueles que criticam a administração.

Anônimo disse...

Anônimo!!!
A Greve dos Servidores Públicos está afetando a Saúde de Nova Olímpia. Os funcionários já estão partindo pra o lado da baderna. Existem pessoas indo trabalhar na Unidade de Saúde e se recusando a fazer o atendimento, alegando que está de greve. isso é uma vergonha, não quer trabalhar fique em casa.Antes eu era a favor do movimento, hoje vejo que isso é uma vergonha. Não é assim que se faz greve

Anônimo disse...

sobre o comentario assima concordo com partes, mas caro colega voce não e funcionario para dizer que nao trabalhamos, porque nao vai ralar como eu, critica e facil mas ser um funcionario publico e dificil, sitar nomes de pessoas e uma falta de respeito com si mesmo como eleitor,e falar sobre a greve concordo mas essa de bebedeira nao existe vamos ser realista. ha se falar de sua vida voce nao irria gostar, entao vamos ser sabios cada um cuida de sua vida que Deus nos ajuda, fico indignada com tantas piraças,e vamos respeitar os profissionais exemplos funcionario, prefeito, enfermeiros, tecnicos,secretarios, pois so a cidade perde com isso sou eleitora por isso EXIJO respeito e dignidade para eu cuidar de meus dois filhos na cidade que escolhi para morar QUE DEUS NOS PROTEJA E DA SABEDORIA PARA SERMOS BONS CIDADAO.Ha como ia me esquecendo da populaçao quem quer respeito tem que dar respeito,essas palavras nao cai a lingua por exemplo POR FAVOR, DA LICENÇA, MUITO OBRIGADA.

ROZE disse...

CONFORME O COMENTÁRIO DA COLEGA ACIMA, A FALTA DE RESPEITO NESTA CIDADE ESTÁ GRANDE, COMEÇANDO PELAS PRÓPRIAS AUTORIDADES!INFELIZMENTE MORO AQUI. MAS TO LUTANDO PRA NÃO MORAR MAIS. AS PESSOAS NEM PODEM LUTAR PELOS SEUS DIREITOS MAIS, QUE SÃO TACHADAS DE VAGABUNDOS E PREGUIÇOSOS,PELO AMOR DE DEUS GENTE, RESPEITO É BOM E EU GOSTO, QUEM NÃO GOSTA?! ESSA GREVE FOI PACÍFICA, VOCÊS JÁ VIRAM NA TV AQUELAS GREVES QUE AS PESSOAS COLOCAM FOGO NOS CARROS, JOGAM PEDRAS E TUDO QUE TEM NA FRENTE E AS VEZES ATÉ ACONTECE MORTES? GENTE ISSO É BOM PRA ACORDAR AS AUTORIDADES, E MELHORAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO, ACABA COM A "DITADURA". SE ALGUNS FUNCIONÁRIOS FALTAM, ATENDEM MAL(MAS NÃO SÃO TODOS, E, É CLARO QUE NÃO JUSTIFICA) É QUE NÃO AGUENTA MAIS SER SACO DE PANCADA DE CHEFES E MAIS CHEFES, E NÃO SER VALORIZADOS. A POPULAÇÃO TAMBÉM TEM TODO DIREITO DE SE UNIR E REINVIDICAR SEUS DIREITOS ASSIM COMO OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS (QUE FAZEM PARTE DA POPULAÇÃO) E DA REDE PRIVADA TAMBÉM.

Guilherme Peixe Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Nossa isso aqui já virou até sala de papo de ofensas e não mais apenas comentários respeitosos ou produtivos, enfim...

Roze disse...

Tem pessoas mal informadas hein! Lei de Greve nº 7.783/89, serve para a iniciativa privada e Servidores públicos. Acessa aí. Não pode fazer greve, mas pode ser humilhado e ganhar uma miséria. Como a saúde não pode parar caro colega, diga para os patrões valorizarem mais os funcionários, não só da saúde mas todos. Vem ser funcionário desta Prefeitura que você verá.

Guilherme Peixe Costa disse...

A LEI 7.783/89 SERVE PARA INICIATIVA PRIVADA, APENAS INICIATIVA PRIVADA CARA ROSE... ENFIM, VOLTO A FALAR QUE NÃO EXISTE LEI QUE AMAPARA A GREVE DOS SERVIDORES PUBLICOS, AGORA SE VC ME CONTESTA VEJA O QUE O STF EM 1990 AXOU SOBRE O ASSUNTO EM UM MANDATO DE INJUNÇÃO (VC SABE O QUE É?)
" EMENTA: MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO - DIREITO DE GREVE DO SERVIDOR PÚBLICO CIVIL - EVOLUÇÃO DESSE DIREITO NO CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO - MODELOS NORMATIVOS NO DIREITO COMPARADO - PRERROGATIVA JURÍDICA ASSEGURADA PELA CONSTITUIÇÃO (ART. 37, VII) - IMPOSSIBILIDADE DE SEU EXERCÍCIO ANTES DA EDIÇÃO DE LEI COMPLEMENTAR - OMISSÃO LEGISLATIVA - HIPÓTESE DE SUA CONFIGURAÇÃO - RECONHECIMENTO DO ESTADO DE MORA DO CONGRESSO NACIONAL - IMPETRAÇÃO POR ENTIDADE DE CLASSE - ADMISSIBILIDADE - WRIT CONCEDIDO. DIREITO DE GREVE NO SERVIÇO PÚBLICO: O preceito constitucional que reconheceu o direito de greve ao servidor público civil constitui norma de eficácia meramente limitada, desprovida, em conseqüência, de auto-aplicabilidade, razão pela qual, para atuar plenamente, depende da edição da lei complementar exigida pelo próprio texto da Constituição. A mera outorga constitucional do direito de greve ao servidor público civil não basta - ante a ausência de auto- aplicabilidade da norma constante do art. 37, VII, da Constituição - para justificar o seu imediato exercício. O exercício do direito público subjetivo de greve outorgado aos servidores civis só se revelará possível depois da edição da lei complementar reclamada pela Carta Política. A lei complementar referida - que vai definir os termos e os limites do exercício do direito de greve no serviço público - constitui requisito de aplicabilidade e de operatividade da norma inscrita no art. 37, VII, do texto constitucional. Essa situação de lacuna técnica, precisamente por inviabilizar o exercício do direito de greve, justifica a utilização e o deferimento do mandado de injunção. A inércia estatal configura-se, objetivamente, quando o excessivo e irrazoável retardamento na efetivação da prestação legislativa - não obstante a ausência, na Constituição, de prazo pré-fixado para a edição da necessária norma regulamentadora - vem a comprometer e a nulificar a situação subjetiva de vantagem criada pelo texto constitucional em favor dos seus beneficiários. MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO: A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal firmou-se no sentido de admitir a utilização, pelos organismos sindicais e pelas entidades de classe, do mandado de injunção coletivo, com a finalidade de viabilizar, em favor dos membros ou associados dessas instituições, o exercício de direitos assegurados pela Constituição. Precedentes e doutrina."
ENFIM, RESOLVEL QUE ATÉ HOJE NÃO HÁ LEI QUE REGULA A APLICABILIDADE DA GREVE PUBLICA.
ME DIGA, EM QUAL TRIBUNAL, JURISDIÇÃO JULGA A GREVE DOS SERVIDORES PUBLICOS? VEJA QUE,É UMA FALHA DA LEI.
ÁH SIM, NÃO PRECISO, NÃO NESSECITO TRABALHAR EM PREFEITURA. TENHO CAPACIDADE DE INICIATIVA PRIVADA EM MINHA PROFISSÃO INTELECTUAL.
ABRAÇOS...

Anônimo disse...

adorei a discisão dos servidores publico de ter a coragem de entra em greve.Ate que em fim acordarão e viu que esta sendo roubado todos este tempos.E parabens pelos os agentes comunitario de saude que tambem se unirão para fazer sua diferenças juntos a vcs servidores publicos parabens e continua assim lutando pelo seus direitos.